EFEITOS DA DRENAGEM LINFÁTICA MANUAL APLICADA EM GESTANTE

  • Maria dos Prazeres Carneiro Cardoso Centro Universitário INTA, UNINTA
  • Iara Laís Lima de Sousa Centro Universitário INTA, UNINTA
  • Narjara Araújo de Souza Centro Universitário INTA, UNINTA

Resumo

Estudo de revisão sistemática de caráter descritivo, sobre os efeitos da drenagem linfática manual no período gestacional, cujo objetivo foi demonstrar, através da revisão de literatura, a utilização e aplicabilidade da drenagem linfática manual no tratamento das alterações das gestantes. A pesquisa foi realizada de junho a agosto de 2016 nas bases de dados: MEDLINE/PubMed, LILACS, SCIELO, além de uma pesquisa manual acerca do tema em destaque, no período de 2000 a 2016 em que, foram selecionados 14 artigos na íntegra. A análise dos estudos selecionados permitiu observar que gestantes acometidas de edema no terceiro trimestre da gravidez, submetidas à realização da Drenagem Linfática Manual (DLM), beneficiam-se do tratamento, uma vez que se observa uma diminuição significativa do edema e alívio significativo dos sintomas de dor, formigamento, sensação de pernas pesadas e inchaço. Os estudos explicitam a importância da técnica de Drenagem Linfática Manual em pacientes gestantes que apresentam edema. Sugere-se que a técnica possa ser uma opção terapêutica utilizada na prevenção e/ou no tratamento do edema gestacional, baseando-se nos seus efeitos fisiológicos.

Biografia do Autor

Maria dos Prazeres Carneiro Cardoso, Centro Universitário INTA, UNINTA
Mestre e Doutoranda em Ciências Médicas Cirúrgicas pela UFC. Docente do curso de Fisioterapia do Centro Universitário INTA (UNINTA)
Iara Laís Lima de Sousa, Centro Universitário INTA, UNINTA
Discente de Fisioterapia e Membro da Liga Acadêmica de DermatoFuncional (LADEF) do Centro Universitário INTA (UNINTA)
Narjara Araújo de Souza, Centro Universitário INTA, UNINTA
Discente de Fisioterapia e Membro da Liga Acadêmica de DermatoFuncional (LADEF) do Centro Universitário INTA (UNINTA)

Referências

CAMPIGOTTO, M. UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAÍ. A importância da utilização da drenagem linfática manual no período gestacional e da eletroestimulação (corrente russa) no puerpério. [2012]. Artigo científico (pós-graduação em Estética Corporal e Facial) - Universidade do Valdo Itajaí, Balneário Camboriú, 2012. Disponível em: <http://Siaibib01.univali.br/pdf/MorganaCampigotto.pdf>

DENCKER, A. F. M. Métodos e técnicas de pesquisa. 6 ed. São Paulo: Futura, 2002.

EMRICH, M. L. Drenagem Linfática Manual Em Gestantes: Uma Revisão Da Literatura. Pontífica Universidade Católica De Goiás Centro De Estudos Avançados E Formação Integrada Especialização Em Fisioterapia

Dermatofuncional. Goiânia: Biblioteca Virtual de Fisioterapia em DermatoFuncional. 2013.

FONSECA, F. M.; PIRES, J. L. V. R.; MAGALHÃES, G. M.; PAIVA, F. A.; SOUSA, C. T; BASTOS, V. P.. Estudo comparativo entre a drenagem linfática manual e atividade física em mulheres no terceiro trimestre de gestação. Fisioterapia Ser. v. 4, N.4, 2009.

GALINO, L. G; SILVA, M. M.; SANTOS, J. M. Efeitos da drenagem linfática manual na gestante: revisão sistemática de ensaios aleatórios. Disponível em: < http://interfisio.com.br/?artigo&ID434&url=Efeitosda-Drenagem-Linfatica-manual-na-Gestante--Revisao-Sistematica-de-Ensaios-Clinicos-Aleatorios.> Acesso em: 23 maio, 2016.

GUIRRO, E.; GUIRRO, R. Fisioterapia dermato-funcional. 3. Ed. Editora Manole: São Paulo, 584p, 2002.

GUYTON, A. C.; HALL, J. E. Tratado de fisiologia médica. 5.ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2006.

LEDUC, A.; LEDUC, O. Drenagem Linfática: teoria e prática. 2. Ed. São Paulo: Manole, 2000.

OLIVEIRA, N. Drenagem Linfática manual aplicada em gestante. FISIO VITAE ESCOLA DE MASSOTERAPIA E TERAPIAS NATURAIS LTDA. Florianópolis: SC. 2010.

POLDEN, M. M. J. Fisioterapia em Ginecologia e Obstetrícia. 7. Ed. São Paulo: Ed. Santos, 2005.

PORTER, Stuart. Fisioterapia de Tidy. 13. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2005.

ROMEM, Y. Ajustes fisiológicos e endocrinológicos à gravidez. In: ARTAL, R.; WISWELL, R.; DRINKWATER, B. O exercício na gravidez. 2. ed. São Paulo: Manole, cap. 2, 1999.

SAMPAIO, R. F.; MANCINI, M. C. Estudos de revisão sistemática: um guia para a síntese criteriosa da evidência científica. Rev Bras Fisioter, v 11, n 1, p 83-89, 2007.

SANTOS, F. P. Análise comparativa da drenagem linfática manual e inelastoterapia aplicadas no edema gestacional em membros inferiores. 2009. Disponível em: Acesso em: 21 de maio 2016.

SCHWUCHOW, L. S. Estudo do uso da drenagem linfática manual no pós-operatório da lipoaspiração de tronco em mulheres. Revista da graduação, Porto Alegre, v.1, 2008.

SILVA, A. C.; BARRETO, E. A. S.; FERDINANDO, J. S.; BARBOSA, M. S. T. Os Benefícios Da Drenagem Linfática Em Gestantes. Revista Eletrônica Belezain. 2015.

SILVA, M. C; MEIJA, D. P. M. Gestação: Benefícios da drenagem linfática no terceiro trimestre da gravidez. Pósgraduação em Estética e Cosmetologia pela Faculdade Ávila, 2013.

SILVA, L.; ZANETTI, M. R. D.; MATSUTANI, L. A. Efeitos Da Drenagem Linfática Manual E Da Hidroterapia No Edema De Membros Inferiores De Gestantes. Rev. Bras. Fisioter., vol.10, n.Suplemento2, p. 577-578, 2006.

SOUZA, A. P.; SANTOS, T. M.; GIACOMOLLI, C. DRENAGEM LINFÁTICA NA GESTAÇÃO. XX SEMINÁRIO INTERDISCIPLINAR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO. Unicruz, 2015.

SPAGGIARI, C. W. O Efeito da drenagem linfática manual em gestantes no final da gravidez / Cristina Wenderholm Spaggiari. Campinas, SP : [s.n.], 2008.

THE CENTRE OF EVIDENCE-BASED PHYSIOTHERAPY. PEDro: physiotherapy evidence database [homepage na Internet]. Australia: The George Institute for International Health; [atualizada em 7

jun 2010; Disponível em: <http://www.pedro.org.au/> Acesso em: 27 de maio de 2016.

WOLF, E. R.; THEISS, T. Importância da realização de drenagem linfática em gestantes. [2011]. TCC (graduação em Cosmetologia e Estética) - Universidade do Vale do Itajaí, Balneário Camboriú, 2011.

ZUGAIB, M.; KAHHALE, S. Síndromes Hipertensivas na gravidez. Rio de Janeiro: Atheneu, 1995.

Publicado
2017-08-01
Seção
CIências da Saúde