ANÁLISE DOS PROBLEMAS AMBIENTAIS NA CIDADE DE MERUOCA-CE

  • Francisco Robério Galvão Universidade Estadual Vale do Acaraú - UVA
  • Maria Helena Candido Silva Professora adjunta na Secretaria de Educação de Meruoca.

Resumo

O objetivo deste artigo é analisar a atuação da entidade prefeitura municipal de Meruoca em soluções ambientais, entre 2015 e 2016, assim como discutir as principais propostas para seu melhoramento. Primeiramente, apresentamos um resgate histórico defendendo a importância do meio ambiente para os seres vivos, pela qual, oferecem-lhes condições essências para sua sobrevivência como água, ar, solo, frutos e outros. A necessidade de projetos que busquem equilíbrio entre natureza e lucratividade, assim como, de suma importância à educação ambiental nas escolas com o intuito de amenizar os impactos. Todo esse processo se intensificou-se com a industrialização e o aglomeramento de indivíduos nas grandes cidades que ocasionou em problemas sociais e humanos. Em seguida é realizada uma caracterização da área de estudo que demonstra de forma breve a historia, saneamento, população total e localização. O estudo demonstra que a área possui problemas relacionados a poluição dos recursos hídricos, assoreamento das margens de rios, desmatamentos, exposição do lixo nas avenidas e especulação imobiliária que se apropriam de locais impróprios. Conclui-se que os problemas ambientais afetam principalmente a população carente pela falta de infraestrutura. Ainda a instituição não possui um planejamento popular que orientam as atividades sociais e econômicas de suma importância para a elaboração de planos e ações, denominado agenda 21.

Referências

ARAÚJO, Francisco Sadoc de. História religiosa da Meruoca. Fundação Vale do Acaraú- UVA, Sobral, 1979.

CARLOS,A.F. A. A (Re) Produção do Espaço Urbano. São Paulo. Editora da Universidade de São Paulo,1994.

CEARÁ, IPLANCE. Atlas do Ceará. Fortaleza, 1997. 65 p. Mapa colorido, Escala 1:1.500.000.

CEARÁ. Secretaria dos Recursos Hídricos. Plano Estadual de Recursos Hídricos: Atlas. Fortaleza, 1992, 4v, v.1.

FALCÃO, C.L.C. Avaliação preliminar dos efeitos da erosão e de sistemas de manejo na produtividade de um Argissolo na Serra da Meruoca Universidade Federal do Ceará. Fortaleza. 2002. 62 p. (Dissertação de Mestrado em Solo e Nutrição de Plantas)

IPECE. Perfil Básico Municipal- Meruoca,1998.

LANDIM, P.C. Desenho de Paisagem Urbana: As Cidades do Interior Paulista. São Paulo:Ed.Unesp,2004.

SILVA, M. H.C e RIPARDO, J. A. A Influência do Turismo na Construção do Espaço Urbano de Meruoca-Ce. Junho de 2009. (Projeto de pesquisa produzido na disciplina de geografia urbana- pela UVA)

SCHAFFER, Neiva Otero. A cidade nas aulas de geografia. In: Castrogiovanni, Antonio Carlos (org.).Geografia em sala de aula: práticas e reflexões.3 ed. Porto Alegre: UFRGS/AGB,2001.

TROPPMAIR, H. Biogeografia e Meio Ambiente. Rio Claro, 1995.

VERAS, L.M.S.C. Plano de Arborização de cidades.1 ed. Secretaria de Transportes Urbanos e Obras-Departamento de Ecologia. Recife,1985.

CUNHA, Sandra Batista; GUERRA, Antonio J. Teixeira (Org). A questão ambiental: diferentes abordagens. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2003.

DIAS, Genebaldo Freire. Educação Ambiental: princípios e práticas. São Paulo: Gaia, 2004.

GONÇALVES, Carlos Walter Porto. Os (des)caminhos do Meio Ambiente. 12, ed. São Paulo: Contexto, 2005.

VESENTINI, José W. Geografia, natureza e sociedade. São Paulo: Contexto, 1989.

VIANA, Gilney; SILVA, Marina; DINIZ, Nilo (organizadores). O desafio da sustentabilidade: um debate sócio ambiental no Brasil. São Paulo: Editora Fundação Perseu Abramo, 2001 (Coleção Pensamento Petista).

Publicado
2017-11-27
Seção
Ciências Biológicas