PRODUTIVIDADE DE MILHO EM FUNÇÃO DO CONSÓRCIO COM FEIJÃO CAUPI PARA REGIÃO DO CARIRI CEARENSE

  • Toshik Iarley da Silva Mestrando em Agronomia, Programa de Pós-Graduação em Agronomia da Universidade Federal da Paraíba (PPGA/UFPB), Areia, Paraíba, Brasil.
  • Antônio Erivando Bezerra Mestrando em Engenharia Agrícola, Programa de Pós-Graduação em Engenharia Agrícola da Universidade Federal de Campina Grande (PPGEA/UFCG), Campina Grande, Paraíba, Brasil.
  • Antonio Monteiro Pinheiro Neto Graduando em Agronomia, Universidade Federal do Cariri, Crato, Ceará, Brasil.
  • Maria Nágila Ferreira da Costa Graduanda em Agronomia, Universidade Federal do Cariri, Crato, Ceará, Brasil.
  • Felipe Thomaz da Câmara Doutor em Agronomia (Ciências do Solo), Professor Adjunto da Universidade Federal do Cariri, Crato, Ceará, Brasil.

Resumo

O sistema de cultivo em consórcio prevalece nas culturas anuais exploradas na região Nordeste do Brasil. O objetivo deste estudo foi avaliar a produtividade do milho variedade Piratininga em sistema de cultivo solteiro e consorciado com feijão caupi, na região do Cariri cearense, com diferentes manejos da adubação de cobertura nitrogenada. O experimento foi conduzido em Crato, Ceará, de janeiro a maio de 2015, em delineamento estatístico em blocos casualizados em esquema fatorial 2x3, constando de três repetições. O primeiro fator analisado foi o cultivo do milho solteiro e consorciado com feijão caupi e o segundo foi o parcelamento da adubação de cobertura com nitro-
gênio (sem cobertura, uma cobertura e duas coberturas). As variáveis analisadas foram: as alturas de plantas, as alturas da primeira espiga, o perímetro do colmo, o comprimento da espiga, a massa por planta, a massa de plantas verdes por hectare, a massa por espiga, massa das espigas verdes por hectare, a massa verde total, o número
de fileiras por espiga, o número de grãos por fileira, o número de grãos por espiga, a população final, o número de espigas por planta e a produtividade. Em relação ao sistema de cultivo, o milho solteiro apresentou melhores resultados para o sistema de cultivo. Assim como os tratamentos que receberam adubação de cobertura obtiveram valores superiores quando comparado ao tratamento sem adubação. Com isso, verifica-se que nas condições analisadas é indicado o cultivo de milho solteiro e com adubação de cobertura não fracionada.

Palavras-chave: Sistema de cultivo. Consorciação. Zea mays L. Vigna unguiculata (L.) Walp.

Referências

AGUIAR, C. B. N.; COIMBRA, R. R.; AFFÉRRI, F. S.; PAULA, M. J.; FREITAS, M. K. C.; OLIVEIRA, R. J. Desempenho agronômico de híbridos de milho verde em função da adubação nitrogenada de cobertura. Revista de Ciências Agrárias, v. 55, n. 1, p.11-16, 2012.

ANDREUCCI, M. P. Perdas nitrogenadas e recuperação aparente de nitrogênio em fontes de adubação de capim elefante. Piracicaba: Esalq-USP, 2007. Dissertação (Mestrado em Ciência Animal e Pastagem) - Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, Universidade de São Paulo, Piracicaba. 2007. 204p. Dissertação de Mestrado.

BASTOS, E. A.; CARDOSO, M. J.; MELO, F. B.; RIBEIRO, V. Q.; ANDRADE JÚNIOR, A. S. Doses e formas de parcelamento de nitrogênio para a produção de milho sob plantio direto. Revista Ciência Agronômica, v. 39, n. 2, p. 275-280, 2008.

BEZERRA, A. P. A.; PITOMBEIRA, J. B.; TÁVORA, F. J. A. F.; VIDAL NETO, F. C. Rendimento, componentes da produção e uso eficiente da terra nos consórcios sorgo x feijão-de-corda e sorgo x milho. Revista Ciência Agronômica, v. 38, n. 1, p. 104-108, 2007.

COELHO, F. C.; VIEIRA, C.; MOSQUIM, P. R.; CASSINI, S. T. A. Nitrogênio e molibdênio nas culturas do milho e do feijão, em monocultivos e em consórcios: I – Efeitos sobre o feijão. Revista Ceres, v. 45, p. 393-407, 1998.

CONAB - Companhia Nacional de Abastecimento. Séries históricas de áreas plantadas. Disponível em: <http://www.conab.gov.br/conteudos.php?a=1252&ordem=produto&Pagina_objcmsconteudos=3#A_objcmsconteudos>. Acesso em: 28 ago 2016.

CRUZ, S. C. S.; PEREIRA, F. R. S.; SANTOS, J. R.; ALBUQUERQUE, A. W.; SILVA, E. T. Parcelamento da adubação nitrogenada na cultura do milho irrigado em sistema plantio direto. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v. 12, n. 4, p. 370-375, 2008.

DUETE, R. R. C.; MURAOKA, T.; SILVA, E. C.; TRIVELIN, P. C. O.; AMBROSANO, E. J. Manejo da adubação nitrogenada e utilização do nitrogênio (15n) pelo milho em latossolo vermelho. Revista Brasileira de Ciência do Solo, v. 32, n. 1, p.161-171, 2008.

EMBRAPA - Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. Cultivo do Milho. Disponível em: < http://www.cnpms.embrapa.br/publicacoes/milho_7_ed/mercado.htm>. Acesso em: 26 ago 2016.

FARINELLI, R.; PENARIOL, F. G.; FORNASIERI FILHO, D. Características agronômicas e produtividade de cultivares de milho em diferentes espaçamentos entre linhas e densidades populacionais. Científica, v. 40, n. 1, p. 21-27, 2012.

FERREIRA, D.F. Sisvar: A computer statistical analysis system. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v.35, n.6, p.1039-1042, 2011.

FUNCEME - Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos. Levantamento de reconhecimento de média intensidade dos solos da Mesorregião do Sul Cearense / Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos. Fortaleza, 2012.

GROSS, M. R.; PINHO, R. G. V.; BRITO, A. H. Espaçamento entre fileiras na cultura do milho em sistema plantio direto. Ciência e agrotecnologia, v. 30, n. 3, p. 387-393, 2006.

GURGEL, F. L.; SILVA, P. S. L. Efeitos do nitrogênio e da sua aplicação parcelada sobre os rendimentos de espigas verdes e de grãos de milho. Ciência Agronômica, v. 32, n. 1, p. 30-37, 2001.

KAPPES, C.; ARF, O.; BEM, E. A. D.; PORTUGAL, J. R.; GONZAGA, A. R. Manejo do nitrogênio em cobertura na cultura do milho em sistema plantio direto. Revista Brasileira de Milho e Sorgo, v. 13, n. 2, p. 201-217, 2014.

KÖPPEN, W.; GEIGER, R. Klimate der Erde. Gotha: Verlag Justus Perthes. Wall-map 150cmx200cm, 1928.

LIMA, G. G.; RIBEIRO, S. C. Geomorfologia e paisagem do município de Juazeiro do Norte/CE: relações entre a natureza semiárida e os impactos antrópicos. Revista Geonorte, Edição Especial, v. 2, n. 4, p. 520-530, 2012.

MAJEROWICZ, N.; PEREIRA, J. M. S.; MEDICI, L. O.; BISON, O.; PEREIRA, M. B.; SANTOS JÚNIOR, U. M. Estudo da eficiência de uso do nitrogênio em variedades locais e melhoradas de milho. Revista Brasileira de Botânica, v. 25, n. 2, p.129-136, 2002.

SILVA, P. S.L. Consorciação milho e feijão caupí para produção de espigas verdes e grãos verdes. Horticultura Brasileira, v. 19, n. 1, p. 4-10, 2001.

SILVA, P. S. L.; SILVA, P. I. B. Parcelamento da adubação nitrogenada e rendimento de espigas verdes de milho. Horticultura Brasileira, v. 21, n. 2, p. 149-152, 2003.

SILVA, S. M. A.; LIMA, G. G.; REIS, G. P.; SOUZA, G. B. B.; LIMA, F. J.; RIBEIRO, S. C. Análise das precipitações pluviométricas na sub-bacia do Rio Salgado, sul cearense (1979 - 2008). In: Simpósio Nacional de Climatologia Geográfica, 9, 2010, Fortaleza. Anais... Fortaleza: UFC. CD Rom.

SOUZA, J. A.; BUZETTI, S.; TEIXEIRA FILHO, M. C. M.; ANDREOTTI, M.; SÁ, M. E.; ARF, O. Adubação nitrogenada na cultura do milho safrinha irrigado em plantio direto. Bragantia, v. 70, n. 2, p. 447-454, 2011.

TAVARES, P. R. L.; CASTRO, M. A. H.; COSTA, C. T. F.; SILVEIRA, J. G. P.; ALMEIDA JÚNIOR, F. J. B. Mapeamento da vulnerabilidade à contaminação das águas subterrâneas localizadas na Bacia Sedimentar do Araripe, Estado do Ceará, Brasil. REM: Revista Escola de Minas, v. 62, n. 2, p. 227-236, 2009.

Publicado
2017-11-27
Seção
Ciências Agrárias