PERFIL FITOQUÍMICO E AVALIAÇÃO DA ATIVIDADE ANTIFÚNGICA DA FRAÇÃO HEXÂNICA DE Mitracarpus baturitensis (RUBIACEAE)

  • Andréa Maria Neves Universidade Estadual do Ceará
  • Hélcio dos Santos Silva Universidade Estadual Vale do Acaraú
  • Elnatan Bezerra de Sousa Universidade Estadual Vale do Acaraú
  • Raquel Oliveira dos Santos Fontenelle Universidade Estadual Vale do Acaraú
  • Ana Carolina Silva e Silva Universidade Estadual do Ceará
  • Selene Maia de Morais Universidade Estadual do Ceará
Palavras-chave: Metabólitos, Fitoquímicos, Antifúngicos

Resumo

O presente trabalho teve por objetivo determinar o perfil fitoquímico e a atividade antifúngica da fração hexânica de M. baturitensis contra espécies de Candida spp. Inicialmente, realizou-se o teste fitoquímico com reações químicas para detecção das principais classes de metabólitos secundários e na sequência foi realizado o teste antifúngico por meio da técnica de microdiluição em caldo contra duas espécies de Candida. A fração hexânica de M. baturitensis apresentou fenóis, taninos, flavonoides, saponinas e esteroides em sua composição, sendo verificada também atividade antifúngica frente às leveduras estudadas. Estes resultados corroboram outros achados na literatura que verificaram metabólitos secundários para outras espécies pertencentes ao gênero Mitracarpus, bem como atividade antimicrobiana, revelando, desta forma, potencialidade para esta espécie e evidenciando a importância de estudos futuros sobre os seus aspectos químicos e biológicos.

 

Biografia do Autor

Andréa Maria Neves, Universidade Estadual do Ceará
Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual Vale do Acaraú (2015) e mestrado em Recursos Naturais pela Universidade Estadual do Ceará (2017). Atualmente é doutoranda em Biotecnologia pela Universidade Estadual do Ceará (RENORBIO/UECE) e bolsista da FUNCAP. Faz parte do Laboratório de Microbiologia da Universidade Estadual Vale do Acaraú e do Laboratório de Química de Produtos Naturais da Universidade Estadual do Ceará. Tem experiência nas áreas de Ciências Biológicas e Biotecnologia, com ênfase em aproveitamento de recursos naturais, atuando nos seguintes temas: fármacos antimicrobianos, bioprodutos, microbiologia de recursos hídricos, microbiologia de alimentos e microbiologia médica.
Hélcio dos Santos Silva, Universidade Estadual Vale do Acaraú
Docente/Pesquisador doLaboratório de Química de Produtos Naturais, Síntese e Biocatálise de Compostos Orgânicos - UVA
Elnatan Bezerra de Sousa, Universidade Estadual Vale do Acaraú
Docente/Pesquisador do Herbário Francisco José de Abreu Matos - CCAB - UVA
Raquel Oliveira dos Santos Fontenelle, Universidade Estadual Vale do Acaraú
Pesquisadora do Laboratório de Microbiologia – CCAB - UVA
Ana Carolina Silva e Silva, Universidade Estadual do Ceará
Docente do Curso de Química da Universidade Estadual do Ceará
Selene Maia de Morais, Universidade Estadual do Ceará
Possui graduação em Química Industrial pela Universidade Federal do Ceará, mestrado em Química Orgânica pela Universidade Federal do Ceará e doutorado em Química - University of London (1991). Fez estágio de Pós-Doutoramento na Universidade de Aveiro (2015). Foi professora da Universidade Federal do Ceará até 1996, na graduação e Pós-graduação, exercendo os cargos de Coordenadora do Curso de Química e Diretora do Laboratório de Produtos Naturais. Atualmente é Professora Titular da Universidade Estadual do Ceará (UECE) e bolsista de produtividade do CNPq. Foi coordenadora do Curso de Química da UECE, participou do Programa de Pós-Graduação em Ciências Fisiológicas e atualmente orienta alunos dos Cursos de Doutorado em Biotecnologia da RENORBIO, do Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias e do Mestrado Acadêmico em Recursos Naturais (MARENA). Foi Coordenadora do MARENA e do Doutorado em Biotecnologia da UECE. Participa da Câmara de Pesquisa da FUNCAP, sendo consultora Ad-hoc da FAPEMA e da FAPEPI. Tem experiência na área de Química dos Produtos Naturais, atuando principalmente no isolamento e determinação estrutural de compostos orgânicos naturais e avaliação de suas propriedades biológicas como antioxidante, leishmanicida, antiviral contra o vírus Dengue, antimicrobiana, larvicida contra Aedes aegipty, dentre outras, trabalhando em conjunto com pesquisadores dos Cursos de Medicina Veterinária, Biologia e Medicina. É revisora de vários periódicos nacionais e internacionais.Trabalha também na área de síntese de derivados de produtos naturais e avaliação da relação estrutura x atividade.

Referências

Araújo, E.R.D; et al. Avaliação do potencial antimicrobiano de extrato hidroalcoólico e aquoso da espécie Anadenanthera colubrinafrente à bactérias gram negativa e gram positiva. Biota Amazônia (Biote Amazonie, Biota Amazonia, Amazonian Biota), Macapá, Amapá, v 5, n 3, p. 66-71, 2015.

Bakari, S; et al. Phytochemicals, antioxidant and antimicrobial potentials and LC-MS analysis of hydroalcoholic extracts of leaves and flowers of Erodium glaucophyllum collected from Tunisian Sahara. Food Science and Technology, Campinas, São Paulo, v 38, n 2, p. 310-317, 2018.

Bansode, T.S; et al. Phytochemical analysis of some selected Indian medicinal plants. Int J Pharm Bio Sci, Tamilnadu, Índia, v 6, n 1, p. 550-556, 2015.

Bunskoek, P.E; et al. Successful treatment of azole-resistant invasive aspergillosis in a bottlenose dolphin with high-dose posaconazole. Medical Mycology Case Reports, Amsterdã, Holanda, v 16, p. 16-19, 2017.

Campos, L.M; et al. Mitracarpus frigidus: A promising antifungal in the treatment of vulvovaginal candidiasis. Industrial crops and products, Amsterdã, Holanda, v 123, p 731-739, 2018.

Clinical and laboratory standards institute. Reference Method for Broth Dilution Antifungal Susceptibility Testing of Yeasts (Approved Standard. Document M27. CLSI), vol. M27-A3, third ed. Clinical and Laboratory Standards Institute, Wayne, 2008.

Fabri, R.L; et al. Pentacyclic triterpenoids from Mitracarpus frigidus (Willd. ex Roem. & Schult.) K. Shum: in vitro cytotoxic and leishmanicidal and in vivo anti-inflammatory and antioxidative activities. Medicinal Chemistry Research, Suíça, v 23, n 12, p. 5294-5304, 2014.

Fabri, R.L; et al. Chromatographic fingerprint analysis and effects of the medicinal plant species Mitracarpus frigidus on adult Schistosoma mansoni worms. BioMed research international, Londres, Inglaterra , v 2014, 2014.

Fontenelle, R.O.S; Morais, S.M.; Brito, E.H.S; et al. Chemical composition, toxicological aspects and antifungal activity of essential oil from Lippia sidoides Cham. Journal of Antimicrobial Chemotherapy, Oxônia, Reino Unido, v 59, n 5, p. 934-940, 2007.

Fontenelle, R.O.S; Morais, S.M; Brito, E.H.S; et al. Antifungal activity of essential oils of Croton species from the Brazilian Caatinga biome. Journal of applied Microbiology, Londres, Reino Unido, v 104, n 5, p. 1383–1390, 2008.

Gomes, E.M.C; et al. Composição fitoquímica e ação fungicida de extratos brutos de Cinnamomum zeylanicum sobre Quambalaria eucalypti. Biota Amazônia (Biote Amazonie, Biota Amazonia, Amazonian Biota), Macapá (AP), v 6, n 4, p. 54-58, 2016.

Iiboudo, O; Bonzi, S; Tapsoba, I; Somda, I; Bonzi-Coulibay, Y.L. In vitro antifungal activity of flavonoid diglycosides of Mentha piperita and their oxime derivatives against two cereals fungi. Comptes Rendus Chimie, França, v 19, p. 857- 862, 2016.

Matos, F.J.A. Introdução à Fitoquímica Experimental. UFC. Fortaleza (CE): Editora UFC. 2009. p. 45.

Miranda, M.V; Firmo, W.C.A; Pereira, L.P.L.A; et al. Controle de qualidade de amostras comerciais de Schinus terebinthifolius Raddi (Aroeira) adquiridas em mercados públicos da cidade de São Luís-MA. Biota Amazônia, (Biote Amazonie, Biota Amazonia, Amazonian Biota), Macapá, Amapá, v 6, n 1, p. 83-90, 2016.

Moura, L.F.W.G; Oliveira, M.V; Mota, J.G.S.M; et al. Isolamento e identificação de fungos associados às plantas medicinais nativas da caatinga da região dos Inhamuns, Tauá, Ceará, Brasil. Essentia, Sobral (CE), v 17, n 2, p. 43-63, 2016.

Oliveira, N.T; Almeida, S.S.M.S. Análise Fitoquímica, Citotóxica E Antimicrobiana do extrato bruto etanólico das folhas da espécie Ambelania acida Aublet (Apocynaceae). Biota Amazônia, (Biote Amazonie, Biota Amazonia, Amazonian Biota), Macapá, Amapá, v 6, n 1, p. 20-25, 2016

Santos, J.F.S; Rocha, J.E; Bezerra, C.F; et al. Chemical composition, antifungal activity and potential anti-virulence evaluation of the Eugenia uniflora essential oil against Candida spp. Food Chemistry, Amsterdã, Alemanha, p 1-20, 2018.

Souza, E.B; Cabral, E.L; Zappi, D.C. Revisão de Mitracarpus (Rubiaceae – Spermacoceae) para o Brasil. Rodriguésia, Rio de Janeiro, v 61, n 2, p.319-352, 2010

Scorzoni, L; et al. Searching new antifungals: the use of in vitro and in vivo methods for evaluation of natural compounds. Journal of microbiological methods, Holanda, v 123, p 68-78, 2016.

Sony, P; Kalyani, M; Jeyakumari, D; et al. In vitro antifungal activity of cassia fistula extracts against fluconazole resistant strains of Candida species from HIV patients. Journal de mycologie medicale, Inglaterra, v 28, n 1, p. 193-200, 2018.

Taj-Aldeen, S.J; Lass-Florl, C; et al. In vitro resistance of clinical Fusarium species to amphotericin B and voriconazole using the EUCAST antifungal susceptibility method. Diagnostic Microbiology and Infectious Disease, Stanford, Estados Unidos, v 85, n 4, p. 438-443, 2016.

Publicado
2019-07-01
Seção
Ciências Biológicas