CRIAÇÃO DE UM INSTRUMENTO PARA CLASSIFICAÇÃO DE RISCO DE ABANDONO NO TRATAMENTO DA TUBERCULOSE

Resumo

O estudo tem como objetivo relatar a experiência da criação de uma ficha de classificação de risco de abandono de pacientes diagnosticados com tuberculose (TB). Trata-se de um estudo descritivo, do tipo relato de experiência, desenvolvido pela Célula de Vigilância Epidemiológica do Município de Sobral. A ação foi realizada em agosto de 2017, no auditório da Unidade de Vigilância em Zoonoses. A intervenção teve como objetivo discutir os casos de abandono no tratamento de tuberculose, através de estudos de casos apresentado por profissionais da saúde dos Centros de Saúde da Família que tiverem casos de abandono, para assim obter subsídios que ajudassem na prevenção desses casos. Com a criação e a
aplicação do instrumento foi possível identificar um declínio nos casos de abandono de TB, uma vez que proporcionou um maior acompanhamento pela equipe de saúde. As variáveis avaliadas permitem aos profissionais analisar o cenário no qual os pacientes se encontram e, com isso, possibilitam uma intervenção de forma efetiva por parte da equipe multidisciplinar. Dessa forma, é possível minimizar os riscos de abandono do tratamento e interromper a cadeia de
transmissão.

Publicado
2020-08-13
Seção
CIências da Saúde