SEGURANÇA CONTRA O RISCO DE PIPING EM BARRAGENS DE TERRA ATRAVÉS DA DISTRIBUIÇÃO WEIBULL

Resumo

Um dos problemas pertinentes na Segurança de Barragens é o fenômeno de erosão interna, piping. Compreendendo-se as características que envolvem este fenômeno com o objetivo de analisar sua probabilidade de ocorrência, coletou-se os Relatórios Anuais de Segurança de Barragens (RASB), de 2006 a 2019, avaliando-se as anomalias presentes nos maciços de 82 barragens do estado do Ceará, de modo que indicasse um estado de conservação relacionado com as características do piping. Analisou-se a evolução do piping, traduzida pelo estado de conservação, por meio de um modelo probabilístico, de modo a mensurar o risco de ruptura da barragem em um tempo pré-determinado, utilizando a distribuição Weibull. Levou-se em consideração na análise, como características importantes na evolução do piping, a idade da barragem, tipo de solo presente no maciço, e o nível d’água dos reservatórios no período do estudo. Estratificou-se a amostra coletada em três grupos separados por idade da barragem e um grupo para as barragens com um estado de conservação mais crítico. Estimou-se parâmetros aplicáveis à distribuição Weibull, por meio do estimador de Máxima Verossimilhança, permitindo quantificar o risco que as barragens do Ceará têm de desenvolver a anomalia piping, contabilizando 10 barragens com Risco de Piping maior que 75%.

Biografia do Autor

José Paulo Rocha Soares, Universidade Estadual Vale do Acaraú

Graduando em Engenharia Civil pela Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA)

Vanda Tereza Costa Malveira, Universidade Estadual Vale do Acaraú

Possui graduação em Engenharia Civil pela Universidade Federal do Ceará (1983) e mestrado e doutorado em Engenharia Civil (Recursos Hídricos) pela Universidade Federal do Ceará (1993 e 2009). Durante 26 anos foi engenheira do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas e professora da Universidade de Fortaleza durante 22 anos . Tem experiência na área de Engenharia Civil, com ênfase em Barragens, atuando principalmente nos seguintes temas: armazenamento superficial da água, semi-árido, barragens, hidrologia, monitoramento e recuperação de barragens. Atualmente é professora Adjunta, com DE da Universidade do Vale do Acaraú, na área de Solos.

Publicado
2020-12-09
Seção
Ciências Exatas e da Terra