O HOMEM PÓS-MODERNO EM HARMADA , DE JOÃO GILBERTO NOLL

  • Ana Cláudia Lima Almeida Universidade Estadual Vale do Acaraú
  • Maria Edinete Tomás

Resumo

Este trabalho discute o romance Harmada, de João Gilberto Noll, com a intenção maior de verificar como o homem pós-moderno nela é estilisticamente simbolizado diante das problemáticas do contexto histórico no qual se acha inserido. Para tanto, parte-se da
premissa de um possível diálogo entre realidade histórica e arte, de pesquisa teórica com foco no que é dito sobre pós-modernidade e sobre a expressão poética desta no pós-modernismo, dialogando-se com a teoria literária (HUTCHEON, 1991), a filosofia (GIDDENS, 2002) e a sociologia (BAUMAN, 2004; HALL, 2005). Discute-se o homem pós-moderno privilegiando-se os conceitos de identidade e de afetividade, alusivos aos aspectos humanos que se percebeu melhor simbolizados no romance em questão.

Biografia do Autor

Ana Cláudia Lima Almeida, Universidade Estadual Vale do Acaraú
Graduada em Letras - Habilitação em Língua Portuguesa - pela Universidade Estadual Vale do Acaraú - UVA.
Maria Edinete Tomás
Mestre em Gestão Educacional pela UIL/Portugal. Professora Assistente do Curso de Letras da Universidade Estadual Vale do Acaraú.

Referências

BAKHTIN, M. Questões de Literatura e Estética: A teoria do romance. 5. ed. São Paulo, Hucitec, 2002

BARTHES, Roland. Aula Inaugural da cadeira de Semiologia Literária do Colégio de França. Trad. e posfácio de Leyla Perrone-Moisés. 14. ed., São Paulo: Editora Cultrix,1977.

BAUMAN, Zygmunt. O mal-estar da pós-modernidade. Tradução Mauro Gama, Cláudia Martinelli Gama: revisão técnica Luís Carlos Fridman. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, ed.1998.

_______. Amor líquido: sobre a fragilidade dos laços humanos. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 2004.

GIDDENS, Anthony. As consequências da modernidade. Tradução de Raul Fiker. – São Paulo: Editora Unesp,1991.

_______. Modernidade e identidade. Tradução. Plínio Dentzien. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed.2002.

HALL, Stuart. A identidade cultural na pós-modernidade. Trad. Tomaz Tadeu da Silva e Guacira Lopes Louro. 10. ed., Rio de Janeiro: DP&A, 2005.

HARVEY, David. Condição Pós-moderna. São Paulo: Loyola, 1992.

HUTCHEON, Linda. Poética do pós-modernismo: História, Teoria, Ficção. Trad. Ricardo Cruz. Rio de Janeiro: Imago, 1991.

NASCIMENTO, JPC. A condição pós-moderna de Jean-François Lyotard. In Abordagens do pós-moderno em música: a incredulidade nas metanarrativas e o saber musical contemporâneo [online]. São Paulo: Editora Unesp, 2011. Disponível: <http://books.scielo.org>.

NOLL, João Gilberto. Harmada. Rio de Janeiro: Record, 2013.

PERRONE-MOISÉS, Leyla. A criação do texto literário. In Flores da escrivaninha. São Paulo: Companhia das Letras, 2006.

PUCCA, Rafaela Berto. O pós-modernismo e a revisão da história. In: Terra roxa e outras terras – Revista de Estudos Literários, v. 10, p. 69-76, 2007.

SCHΦLLHAMMER, Karl Eric. Ficção Brasileira Contemporânea. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2009.

Publicado
2016-03-30
Seção
Ciências Humanas