ESCANSÃO E LEITURA EM PROSA DO SONETO DECASSILÁBICO PORTUGUÊS INSÂNIA LÚCIDA

  • Vianney Mesquita Universidade Federal do Ceará , UFC

Resumo

Intentamos situar com este escrito, desde seu sítio histórico, passando pelas classificações métricas no padrão soneto, as particularidades da peça sob apostila, até as expressões muito peculiares das produções amparadas no expediente do oximóron, aportando a explicações em prosa, em particular atenção ao leitor ainda não muito afeito ao texto poético, em suas ideações e palavras, as quais, quando do tentame do entendimento, lhe costumam soar inusitadas e, por isso, confusas e não assimiladas.

Biografia do Autor

Vianney Mesquita, Universidade Federal do Ceará , UFC
João VIANNEY Campos de MESQUITA – Professor-Adjunto IV da Universidade Federal do Ceará; acadêmico titular das Academias Cearense da Língua Portuguesa e Cearense de Literatura e Jornalismo; árcade fundador da Arcádia Nova Palmaciana, cadeira número um; escritor e jornalista.

Referências

AZEVEDO, Fernando de; NUNES, Carlos Alberto; ARAÚJO, Alceu Mainard de et alii. Dicionário Brasileiro da Língua Portuguesa. São Paulo: Melhoramentos, 1979.

AZEVEDO FILHO, Leodegário de. A Técnica do Verso em Português. Rio de Janeiro: Acadêmica, 1971.

AZEVEDO, Sânzio de. “Otacílio Colares e a Coroa de Sonetos”. In: VV. Poesia de todo o tempo. Fortaleza: Edições Clã, 1970, p. 63.

AZEVEDO, Sânzio de. Para uma Teoria do Verso. Fortaleza: Edições U.F.C., 1997.

BOTELHO, Maria José Rondon Régis. Luzes e Sombras na Corte de Henrique VIII. Fortaleza: Expressão Gráfica, 2014.

CAMPOS, Geir Nuffer. Pequeno Dicionário de Arte Poética. Rio de Janeiro: AGIR, 1960.

CARVALHO, Amorim de. Tratado de Versificação Portuguesa. Coimbra: Almedina, 1991.

CHOCIAY, Rogério. Teoria do Verso. São Paulo: McGraw-Hill, 1974.

CRUZ, Estêvão. Teoria da Literatura. Porto Alegre: Globo, 1935.

CRUZ FILHO. O Soneto. Rio de Janeiro: Elos, 1961.

ELLERY, Eduardo. Golpe Democrático. In: Academia Cearense de Literatura e Jornalismo. Fortaleza: online. 2015.

HOUAISS, Antônio; VILLAR SALLES, Mauro. Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa. São Paulo: Objetiva, 2005. 2924 p.

LÉLLIS, Raul Moreira de. Português no Colégio. 10. ed. São Paulo: Nacional, 1968.

LELLO, José; LELLO, Edgard. Lello Universal. Dicionário Enciclopédico Luso-Brasileiro (em dois volumes). Porto: Lello & Irmão, 1983.

MESQUITA, Vianney. Soneto Oximoro. In: Academia Cearense de Literatura e Jornalismo. Fortaleza: online. 2015.

MESQUITA, Vianney. ... E o Verbo se fez Carne. Sobral: Edições UVA, 2004.

MESQUITA, Vianney. Arquiteto a Posteriori. Fortaleza: Imprensa Universitária da Universidade Federal do Ceará, 2013.

MESQUITA, Vianney. Reservas de minha Étagére. Aproximações Literocientíficas. Palmácia-Fortaleza: coedição Arcádia Nova Palmaciana; Expressão Gráfica; e Academia Cearense de Literatura e Jornalismo – no prelo – 2015. 388 p.

MOISÉS, Massaud. Dicionário de Termos Literários. São Paulo: Cultrix, 1974.

NASCIMENTO, F. S. Teoria da Versificação Moderna. Fortaleza: Programa Editorial da Casa de José de Alencar, da Universidade Federal do Ceará, 1995.

NINA, A. Della. Dicionário da Sabedoria. São Paulo: Fitipaldi, 1985.

Publicado
2016-06-17
Seção
Ciências Humanas