TECNOLOGIAS PARA O ENSINO DE MATEMÁTICA: UM EXAME DA LITERATURA DO XII ENCONTRO NACIONAL DE EDUCAÇÃO MATEMÁTICA

  • CARLOS RODRIGUES DE CARVALHO Universidade do Vale do Taquari
Palavras-chave: Tecnologias. Ensino de Matemática. Aprendizagem.

Resumo

O estudo pretende contribuir para melhor compreensão das aplicações práticas das tecnologias para o ensino de matemática por meio da análise crítica dos artigos apresentados no Encontro Nacional de Educação Matemática, realizado em São Paulo, em julho de 2016. O trabalho questiona quais as principais considerações que se tem hoje na literatura vigente quanto ao uso das tecnologias no ensino da matemática no recorte temporal compreendido entre 2014 a 2018 e como as produções acadêmico-científicas têm fomentado o tema das tecnologias no ensino dessa disciplina. A presente pesquisa consistiu em analisar artigos periódicos da área de Educação Matemática, com foco no uso da tecnologia.  Foram selecionados 10 artigos. Após esse processo, iniciaram-se os procedimentos de análise das informações adquiridas por meio da leitura de cada um dos artigos selecionados. A evolução das tecnologias tem influenciado a vida em sociedade e, dessa forma, torna-se necessária uma reflexão frente às mudanças ocorridas nos últimos anos, oriundas dos avanços tecnológicos, pois se trata de um contexto expressivo. E as novas tecnologias podem trazer contribuições significativas ao processo de ensino e aprendizagem de matemática.

 

Biografia do Autor

CARLOS RODRIGUES DE CARVALHO, Universidade do Vale do Taquari

Licenciado em Matemática. Mestrando em Ensino de Ciências Exatas pela Universidade do Vale do Taquari. Santo Antônio de Lisboa, Piauí, Brasil

Referências

ALVES, E. M. S. A Ludicidade e o ensino da matemática: uma prática pos¬sível. Campinas, SP: Papirus, 2001.

BOVO, A. A. Formação Continuada de Professores de Matemática para o Uso de Informática na Escola: Tensões entre propostas e implementação. 2004. 358 f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, Rio Claro, SP, 2004.

COBB, P.; CONFREY, J.; DISESSA, A.; LEHRER, R.; SCHAUBLE, L. Projetar Experimentos em Pesquisa Educacional. Pesquisador Educacional, v. 32, n. 1, p. 9-13, 2003.

D’AMBROSIO, U. Que matemática deve ser aprendida nas escolas hoje? Teleconferência no Programa PEC – Formação Universitária, patrocinado pela Secretaria de Educação do Estado de São Paulo, 27 jul 2002. Disponível em <http://vello.sites.uol.com.br/aprendida.htm>. Acesso em 06 mai 2009.

FIORENTINI, D; LORENZATO, S.. Investigação em educação matemática: percursos teóricos e metodológicos. 3. ed. Campinas, SP: Autores Associados, 2012.

FIORENTINI, D; LORENZATO, S. Investigação em educação matemática: percursos teóricos e metodológicos. Autores Associados: Campinas-SP, 2006.

FUJITA, Oscar Massaru; RODRIGUES, Erika Aparecida Navarro. A interdisciplinaridade e a contextualização na educação básica: a matemática e o uso dos objetos digitais de aprendizagem. XII Encontro Nacional de Educação Matemática. Educação Matemática na Contemporaneidade: desafios e possibilidades. São Paulo – SP, 13 a 16 de julho de 2016.

GATTI, B. A. Formação continuada de Professores: Uma Questão psicossocial. Caderno de

KENSKI, Vani Moreira. Educação e comunicação: interconexões e convergências. Educ.

LANKSHEAR C; KNOBEL M. Pesquisa Pedagógica: do projeto a implementação. Porto Alegre, RS: Artmed, 2008.

LEMKE, J. L. Letramento metamidiático: transformando significados e mídias. Trab. Ling. Aplic., Campinas, v. 49, n. 2, p. 455-479, jul./dez. 2010. Disponível em: <http://www.scielo.br/

scielo.php?pid=S0103-18132010000200009&script=sci_arttext>. Aces¬so em: 12 mar. 2013.

LUCKESI, C. C. Filosofia da Educação. 6ª Ed. São Paulo: Cortez, 1993.

LUDKE, M.; ANDRÉ, M. E. D. A. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. 2. ed. Rio de Janeiro: E. P. U, 2013.

MATURANA H. R. A ontologia da realidade. 3. Ed. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 2014.

MURRAY, J. H. Hamlet no Holodeck: o futuro da narrativa no ciberespaço. Tradução Elissa Khoury Daher, Marcelo Fernandez Cuzziol. São Paulo: Itau Cultural: UNESP, 2003.

PEREIRA, Stelamara Souza; CHAGAS, Flomar Ambrosina Oliveira tecnologia e educação: uma conexão no ensino da matemática. Estudos, Goiânia, v. 41, n. 1, p. 140-150, jan./mar. 2014.

Pesquisa, São Paulo, n. 119, 2003.

PIMENTA, Selma Garrido. Docência no ensino superior. 4. ed. São Paulo: Cortez, 2010.

PORTO, T. M. E. As tecnologias de comunicação e informação na escola; relações possíveis... relações construídas. Revista Brasileira de Educação. Vol. 11, n. 31, jan/ abril de 2006, Campinas, SP: Autores Associados e Anped.

RABARDEL, P. Homens e Tecnologias: Abordagem cognitiva para instrumentos contemporâneos. Paris: Armand Colin, 1995.

SANTOS, M. Pensando o espaço do homem. 5 ed. São Paulo: Edusp, 2004.

Soc., Campinas, v. 29, n. 104, Especial, p. 647-665, out. 2008. Disponível em

TONÉIS, C. N. A Lógica da descoberta nos jogos digitais. Dissertação de mestrado, Tecnologias da Inteligência e Design Digital; orientador: Luís Carlos Petry Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUC/SP, 2010.

TUFANO, W. Contextualização. In: FAZENDA, I. C. A. Dicionário em Construção: interdisciplinaridade. 2ª ed. São Paulo: Cortez, 2002. p. 40-41.

VALENTE, J. A. (org.). Formação de Educadores para o uso da informática na escola. Campinas: Núcleo de Informática Aplicada à Educação/UNICAMP, 2003.

VAN HIELE, P. Estrutura e Discernimento. Orlando: Imprensa Acadêmica, 1986.

WILD, B. de M. O ciberespaço como aliado dos professores - O facebook. com como ferramenta pedagógica. Café com Sociologia, v. 1, n. 1, nov. 2012. Dispo¬nível em: <http://www.recantodasletras.com.br/artigos/4099525> Acesso em: 14 mai. 2018.

WILEY, D. A. Conectando objetos de aprendizagem com teoria de projetos instrucional: a definição, uma metáfora e uma taxonomia. Utah, EUA: Universidade Estadual de Utah, 2000. Disponível em: <http://penta3.ufrgs.br/objetosaprendizagem/11wiley_traducao.doc>.

www.cedes.unicamp.br>. Acesso em: 12 jan. 2019.

ZABEL, Marília. Conhecimentos necessários para a integração das tecnologias na prática docente. XII Encontro Nacional de Educação Matemática. Educação Matemática na Contemporaneidade: desafios e possibilidades. São Paulo – SP, 13 a 16 de julho de 2016.

Publicado
2019-06-26
Seção
Ciências da Educação