FORMAÇÃO TÉCNICA EM SAÚDE: VISIBILIDADE NA PRODUÇÃO CIENTÍFICA

  • Antonia Katiany Nascimento Linhares Universidade Federal do Ceará
  • Maria Socorro de Araújo Dias Universidade Estadual Vale do Acaraú
  • Diogenes Farias Gomes Universidade Estadual do Ceará
  • Suzana Mara Cordeiro Eloia Universidade Federal do Ceará

Resumo

Objetivou-se analisar a produção científica brasileira acerca da formação técnica em saúde. Foi realizada uma revisão integrativa a partir da busca de estudos nas bases de dados da Biblioteca Virtual em Saúde, usando os descritores pessoal técnico de saúde, educação profissionalizante, recursos humanos em saúde, e equivalentes. A partir dos critérios de inclusão e exclusão predefinidos foram selecionados 32 artigos, os quais foram agrupados em três categorias. A análise permitiu comprovar que a produção sobre formação técnica em saúde ainda é incipiente, sendo citada na maioria dos artigos de maneira subjetiva. Entretanto, observaram-se transformações no contexto da formação técnica e profissional em saúde que possibilitaram a vivência de valores da Reforma Sanitária Brasileira, no contexto das mudanças necessárias na gestão para a formação em saúde. A síntese do conhecimento gerado pode subsidiar planejamentos e tomada de decisão para Escolas Técnicas do SUS, instituições formadoras, gestores, docentes, diversos profissionais da saúde e estudantes na formação técnica e profissional em saúde, bem como fortalecer o conhecimento a respeito do processo de trabalho e percepção do perfil destes profissionais.

 

 

Biografia do Autor

Antonia Katiany Nascimento Linhares, Universidade Federal do Ceará

Mestre em Saúde da Família pela Universidade Federal do Ceará (UFC

Maria Socorro de Araújo Dias, Universidade Estadual Vale do Acaraú

Doutora em Enfermagem pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Docente do Curso de Enfermagem da Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA)

Diogenes Farias Gomes, Universidade Estadual do Ceará

Enfermeiro. Mestre em Saúde da Família pela Universidade Federal do Ceará.Doutorando em Saúde Coletiva pela Universidade Estadual do Ceará.

Suzana Mara Cordeiro Eloia, Universidade Federal do Ceará

Mestranda em Enfermagem pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Docente do Curso de Enfermagem da Faculdade Ieducare.

Referências

Almeida, M.J. Educação médica e saúde: possibilidades de mudança. Londrina (PR): Eduel; Rio de Janeiro (RJ): Associação Brasileira de Educação Médica, 1999.

Bardin, L. Análise de conteúdo. São Paulo (SP): Edições 70, 2011.

Bielinski, A.C. O Liceu de Artes e Ofícios - sua história de 1856 a 1906. Rio de Janeiro, v. IV, n. 1, jan. 2009. Disponível em: <http://www.dezenovevinte.net/ensino_artistico/liceu_alba.htm>.

Bornstein, V.J; Stotz, E.N. O trabalho dos agentes comunitários de saúde: entre a mediação convencedora e a transformadora. Trab Educ Saude, v. 6, n. 3, p. 457-480, 2008.

Manuais de Legislação. Segurança e Medicina do Trabalho. 60ª ed. São Paulo (SP): Editora Atlas; 2007.

Brasil. Ministério da Saúde (BR), Secretaria Executiva. Programa Nacional de Reorientação da Formação Profissional em Saúde: objetivos, implementação e desenvolvimento potencial. Brasília (DF), 2007.

____. Ministério da Saúde. Secretaria de Gestão Estratégica e Participativa. Departamento de Apoio à Gestão Participativa. Coordenação Geral de Apoio à Educação Popular e à Mobilização Social. Brasília (DF): Ministério da Saúde; 2007. Disponível em: <http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/caderno_educacao_popular_saude_p1.pdf>. Acesso em: 01 dez 2017.

Carvalho, M; Santos, N.R; Campos, G.W.S. A construção do SUS e o planejamento da força de trabalho em saúde no Brasil: breve trajetória histórica. Saúde em Debate, Rio de Janeiro, v. 37, n. 98, p. 372-387, jul/set 2013

Ceccim, R.B; Carvalho, Y.M. Formação e educação em saúde: aprendizados com a saúde coletiva.I n: Campos, G.W.S; Minayo, M.C.S; Akerman, M,; Drumond Jr, M; Carvalho, Y.M (org). Tratado de saúde coletiva. São Paulo (SP): Hucitec; Rio de Janeiro (RJ): Fiocruz; 2006. p. 149-82.

Ceccim, R.B. Educação Permanente em Saúde: descentralização e disseminação de capacidade pedagógica na saúde. Ciênc saúde coletiva, v.10 n.4, 2005

Ceccim, R.B; Feuerwerker, L.C.M. O quadrilátero da formação para a área da saúde: ensino, gestão, atenção e controle social. Physis, Rio de Janeiro, v. 14, n. 1, p. 41-65, 2004

Cerqueira, A.G; Cerqueir, A.C; Souza, T.C; Mendes, P.A; Almeida, N. A trajetória da ldb: um olhar crítico frente à realidade brasileira. Disponível em:<http://www.ceap.br/material/MAT14092013162714.pdf>. Acesso em: 18 set 2016.

Ferreira, M.L.S.M; et al. Construção de espaço social unificado para formação de profissionais da saúde no contexto do Sistema Único de Saúde. Revista Brasileira de Educação Médica, v. 34, n. 2, p. 304-309, 2010.

Galvão, E.A; Sousa, M.F. As escolas técnicas do SUS: que projetos político-pedagógicos as sustentam? Physis, v 22, n 2, p 1159-1189, 2012.

Lima, E.A.R. Qualidade de vida, envelhecimento e Aids: uma revisão integrativa [Dissertação]. Universidade Federal da Paraíba. Programa de Pós-Graduação em Enfermagem. Mestrado em Enfermagem. João Pessoa (PB): UFPB/CCS, 2010. 121f.

Mendes, K.D.S; Silveira, R.C.C.;P; Galvão, C.M. Revisão interativa: método de pesquisa para a incorporação de evidências na saúde e na enfermagem. Texto e Contexto Enfermagem, v 17, n 4, p 758-764, 2008.

Moretti-Pires, R.O; Bueno, S.M.V. Freire e formação para o Sistema Único de Saúde: o enfermeiro, o médico e o odontólogo. Acta Paulista de Enfermagem, v.22, n.4, pp.439-444, 2009.

Pereira, I. B; Lima, J.C.F. Dicionário da educação profissioanl em saúde. n°2.ed. rev. ampl. - Rio de Janeiro: EPSJV, 2008. Pessoal. Brasília (DF): 2008a. Disponível em: <http://www. servidor.gov.br/publicacao/boletimestatistico/bolestatistico.htm>. Acesso : 02 nov. 2017.

Quintana, P.E.B; Rigoli, F; Padilha, M. Planifcación de recursos humanos y reformas del sector salud. In: Negri, B; Faria, R; Viana, A.L.D. (Org.) Recursos humanos em saúde: política, desenvolvimento e mercado de trabalho. São Paulo (SP): Unicamp – NEPP, 2002, p.189-220.

Secretaria Executiva da RETS. RETSUS 2017 - A Rede de Escolas do Sistema Único de Saúde. Revista RETS, v. 1, n. 2, 2009.

Severiano, K.N; MUNIZ, V.R.C; Carvalho, M.E.I.M. Percepção de estudantes do curso de fisioterapia sobre sua formação profissional para atuação na atenção básica no Sistema Único de Saúde. Fisioterapia e Pesquisa, p. 250-255, 2013.

Soares, A. Formação e desafios do sistema de saúde no Brasil: uma análise de investimentos realizados para ampliação da oferta de serviços. Cad. Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 23, n. 7, p. 1565-1572, 2007.

Publicado
2019-07-02
Seção
CIências da Saúde