OCORRÊNCIA E CARACTERIZAÇÃO DE PLANTAS COM PROPRIEDADES MEDICINAIS NA CAATINGA DE ARNEIROZ, CEARÁ

Resumo

A Caatinga ocupa grande parte do nordeste brasileiro, caracterizando-se pela rica biodiversidade e endemismo. Contudo, seus recursos vem sendo explorado de forma intensa ao longo dos anos, colocando em risco toda está riqueza. O objetivo do presente trabalho foi realizar um levantamento das principais espécies arbóreas nativas da Caatinga com potencial medicinal que ocorrem em uma área de mata nativa no interior de Arneiroz e verificar suas indicações medicinais, conforme literatura. O levantamento das espécies nativas foi realizado através de coletas de campo, marcações com o uso de GPS e fotografias. Foram identificadas 10 espécies, sendo elas: Myracrodruon urundeuva (Aroeira), Ziziphus joazeiro (Juazeiro), Pseudobombax marginatum (Embiratanha), Crateva tapia (Trapiá), Aspidosperma pyrifolium (Pereiro), Cynophalla flexuosa (Feijão-Bravo), Albizia inundata (Muquém), Senna spectabilis (Canafístula), Licania rigida (Oiticica), e Libidibia ferrea (Jucá). As espécies medicinais que foram encontradas em Arneiroz, possuem indicações medicinais na literatura, com potencial para suprir diferentes necessidade fitoterápicas da população local. Assim, em Arneiroz, é encontrada diferentes espécies com propriedades medicinais descritas e recomenda-se a realização de estudos etnobotânicos na região para descrever a aplicação destas plantas nas localidades próximas.

Biografia do Autor

Silvio César Gomes de Lima, Universidade Estadual do Ceará

Biólogo. Professor do Curso de Licenciatura em Ciências Biológicas da Universidade Estadual do Ceará- UECE, no Centro de Educação, Ciências e Tecnologia da Região dos Inhamuns - CECITEC. Doutor pela Rede Nordeste de Biotecnologia (RENORBIO). Tauá, Ceará.

Elivan Custodio Araujo, Universidade Estadual do Ceará

Estudante de graduação em Biologia da Universidade Estadual do Ceará- UECE, no Centro de Educação, Ciências e Tecnologia da Região dos Inhamuns - CECITEC. Tauá, Ceará.

Selma Freire de Brito, Universidade Estadual do Ceará

Bióloga. Professora do Curso de Licenciatura em Ciências Biológicas da Universidade Estadual do Ceará- UECE, no Centro de Educação, Ciências e Tecnologia da Região dos Inhamuns - CECITEC. Doutora pela Universidade Federal do Ceará, UFC. Tauá, Ceará

Publicado
2020-12-09
Seção
Ciências Biológicas