BIOSSEGURANÇA EM LABORATÓRIO: GRAU DE IMPORTÂNCIA NA VISÃO DOS ALUNOS DO CURSO DE LICENCIATURA EM QUÍMICA DA UECE, CAMPUS TAUÁ-CE (CECITEC)

  • Silvanya Alves Ferreira Laboratório de Bioprospecção de Produtos Naturais e Biotecnologia (LBPNB), Centro de Educação, Ciências e Tecnologia da Região dos Inhamuns, Universidade Estadual do Ceará.
  • Antonio Lourival de Lima Neto Laboratório de Bioprospecção de Produtos Naturais e Biotecnologia (LBPNB), Centro de Educação, Ciências e Tecnologia da Região dos Inhamuns, Universidade Estadual do Ceará.
  • Francisco Lucas Alves Batista
  • Luiz Francisco Wemmernson Gonçalves Moura Universidade Estadual Vale do Acaraú
  • Messias Vital de Oliveira Universidade Estadual Vale do Acaraú
  • Maria da Conceição Lobo Lima
  • Francisco Ernani Alves Magalhães Universidade Estadual do Ceará

Resumo

A biossegurança envolve práticas preventivas contra agentes patogênicos, químicos, físicos e radioativos, visando à saúde do homem e dos animais, à preservação do meio ambiente e à qualidade dos resultados. Com isso, vemos que os laboratórios de química são lugares que apresentam alto potencial de acidentes, pela especificidade do trabalho que pressupõe a presença de diversas substâncias letais, tóxicas, corrosivas e irritantes, inflamáveis ou instáveis e pela utilização de aparelhos. Nessa perspectiva este trabalho avaliou o grau de importância da biossegurança na visão dos alunos do Curso de Licenciatura em Química do Centro de Educação, Ciência e Tecnologias dos Inhamuns – CECITEC-UECE, Tauá-CE. Os dados foram coletados através de um questionário contendo 15 questões e aplicado a cinquenta alunos de todos os semestres do curso de licenciatura em química. Os resultados revelaram que 54% dos estudantes eram do sexo masculino e 46% do sexo feminino. A maioria desses estudantes demonstrou não ter conhecimentos sobre as normas de biossegurança (64%) e a utilização de equipamentos de proteção individual (EPIs) (50%). Com a análise dos resultados pode-se constatar que pesquisas sobre a biossegurança são de extrema necessidade para prevenir e manter os estudantes de química informados contra riscos futuros inerentes ao exercício de atividades laboratoriais contribuindo assim para sua formação. 

Biografia do Autor

Silvanya Alves Ferreira, Laboratório de Bioprospecção de Produtos Naturais e Biotecnologia (LBPNB), Centro de Educação, Ciências e Tecnologia da Região dos Inhamuns, Universidade Estadual do Ceará.
1Licenciada em Química pela Universidade Estadual do Ceará/Campus Tauá. Tauá, Ceará, Brasil.
Antonio Lourival de Lima Neto, Laboratório de Bioprospecção de Produtos Naturais e Biotecnologia (LBPNB), Centro de Educação, Ciências e Tecnologia da Região dos Inhamuns, Universidade Estadual do Ceará.
Licenciando em Química pela Universidade Estadual do Ceará/Campus Tauá. Tauá, Ceará, Brasil.
Francisco Lucas Alves Batista
3Licenciando em Química pela Universidade Estadual do Ceará/Campus Tauá. Tauá, Ceará, Brasil
Luiz Francisco Wemmernson Gonçalves Moura, Universidade Estadual Vale do Acaraú
Licenciado em Ciências Biológicas. Especialista em Química e Biologia. Doutorando em Biotecnologia pela Renorbio. Universidade Estadual do Ceará/Campus Tauá. Tauá, Ceará, Brasil.
Messias Vital de Oliveira, Universidade Estadual Vale do Acaraú
Licenciado e Ciências Biológicas. Mestre em Biotecnologia . Doutorando em Bioquímica pela Universidade Federal do Ceará. Tauá, Ceará, Brasil.
Maria da Conceição Lobo Lima
Licenciada em Química. Doutorado em Química Orgânica. Professora de Química da Universidade Estadual do Ceará/Campus Tauá. Tauá, Ceará, Brasil.
Francisco Ernani Alves Magalhães, Universidade Estadual do Ceará
Licenciado em Química. Doutorado em Biotecnologia. Pós-Doutorado em Ciências Médicas. Professor de Química da Universidade Estadual do Ceará/Campus Tauá. Tauá, Ceará, Brasil.

Referências

BUSNARDO, R. G. Biossegurança: Abordagem e Ensino no Contexto Acadêmico. 195p. Dissertação de Mestrado em Ciências. Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ. Rio de Janeiro, Março de 2011.

Departamento de Atenção à Saúde do Trabalhador- DAST, Unidade SIASS. Cartilha Exames Periódicos de Saúde. Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG, Belo Horizonte, 2013.

COMISSÃO TÉCNICA NACIONAL DE BIOSSEGURANÇA. Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação - MCTI Comissão Técnica Nacional de Biossegurança - CTNBio Secretaria Executiva. Disponível em http://www.ctnbio.gov.br. Acesso em 18/08/2015.

DAVID, C. L.; ÁVILA, J. S. G.; SILVA, L. E.; ROSA, F. C. S. Biossegurança para laboratórios de ensino e pesquisa. Manual de Biossegurança IMS/CAT-UFBA Programa Permanecer. 1ª Ed. 70 p. 2012.

FEDERIGHI, J. M. Q. Doenças Ocupacionais. Biblioteca Virtual: Unisa Digital. Educação a Distância/ www.unisa.br. Disponível em <http://www.unisa.br/conteudos/6334/f1458086180/apostila/apostila.pdf.> Acesso em 24/08/2015.

FERNANDES, A. C. G; CARDOSO, C.; ARAÚJO, L. BITTENCOURT, T. A. A.; NETO, V. P. P.; ZANIN, C. I. C. B.; LIMA, A. A. Segurança no laboratório de Química. Revista eletrônica Gestão em Foco, v.1, p. 150-162.

GIMENEZ, K. P.; PAVESI, K. S.; SCHOENHALS, M.; FOLLADOR, F. A. C. Análise de riscos físicos, químicos e ergonômicos nos laboratórios de solos e análises químicas da UTFPR. In: I Seminário Internacional de Ciência, Tecnologia e Ambiente, Paraná, 2009. Anais... UNIOESTE: Paraná.

LIMA, G. S. Biossegurança em laboratório físico – químico e bacteriológico de água. Disponível em: <http://www.crbiodigital.com.br/portal?txt=3177333639> Acesso em 18/08/2015.

MÜLLER, I. C; MASTROENI, M. F.; Tendência de acidentes em laboratórios de pesquisa. Revista Biotecnologia, Ciência e Desenvolvimento, v.1, n° 33, p. 2-8, julho/dezembro, 2004.

PENNA, P. M. M.; AQUINO, C. F.; CASTANHEIRA, D. D. Biossegurança: uma revisão. Universidade Estadual de Montes Claros. Arquivos do Instituto Biológico, v.77, n.3, p.555-465, 2010.

ROCHA, S. S.; BESSA, T. C. B.; ALMEIDA, A. M. P. Biossegurança, proteção ambiental e Saúde: compondo o mosaico. Ciência & Saúde Coletiva, v. 17, n. 2, p. 287 -292, 2012.

SANGIONI, L. A.; PEREIRA, D. I. B.; VOGEL, F. S. F.; BOTTON, S. A. Princípios de biossegurança aplicados aos laboratórios de ensino universitário de microbiologia e parasitologia. Ciência Rural, Santa Maria, Online. 2012.

SCHROEDER, M. D. S. Biossegurança: grau de importância na visão dos alunos do curso de graduação de Odontologia da Univille. Revista Sul-Brasileira de Odontologia, v. 7, n. 1, p. 20-6, 2010.

SILVA, R.M.G.; FURTADO, S.T.F.; SILVA, C.V. Biossegurança no laboratório de química: um estudo de caso. Revista Biológico, São Paulo, v.69, n.1, p.23-30, jan./jun., 2007

SILVA, E. R; LONGO, B. M. VI-080 - avaliação das condições ambientais e de segurança em laboratórios de pesquisas do instituto de química da universidade do estado do rio de janeiro. In: 24º Congresso Brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental, 2007, Belo Horizonte. Anais... FITABES: Belo Horizonte, p. 01-14.

TRINDADE, J. D. S. (2013). Biossegurança no manuseio de produtos químicos: uma análise dos procedimentos praticados no Instituto de Biofísica Carlos Chagas Filho. 166p. Dissertação: Mestrado em Formação para a Pesquisa Biomédica. Área de concentração: Biofísica e Fisiologia. Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro-RJ, Brasil.

VARGAS, L.; RIBEIRO, M. A.; ARAÚJO, T. G. A Biossegurança na opinião de estudantes da Universidade Federal De Uberlândia: Um desafio biotecnológico. Revista Evidência, v. 14, n. 2, p. 99 – 112, 2014.

Publicado
2018-07-12
Seção
Ciências Biológicas